Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um erro aqui, um erro ali...

Quando era pequenina (entenda-se...10, 12 anos) era um autêntico desastre de moda ambulante. Primeiro, era muito baixinha e cheinha (hoje ninguém me reconhece porque sou a mais alta e magra), segundo: não percebia nada de moda, nem queria perceber, terceiro sinceramente não estava para me chatear, não tinha rapazes atrás de mim e considerava isso um bónus, visto que as minhas colegas andavam sempre naquela lenga-lenga dos bilhetinhos e dos choros por causa das asneiradas dos rapazes, e eu achava isso tudo uma seca. Mas de vez em quando lá me dava um rasgo de criatividade e eu cometia uma barbaridade. Houve uma moda quando eu tinha mais ou menos 10 anos, não sei se alguém se lembra, que eram calças à boca-de-sino, mas em licra, e com padrões. Um pavor mesmo. Todas as minhas colegas tinham umas e eu até lhes achava uma certa piada. Comprei as calças... sim podem mandar as pedras... mais por impulso do que por outra coisa. Eram pretas, hiper justas (relembro que eu era gordinha...) e tinham malmequeres de todas as cores. Eu, com aquilo vestido, era a visão do Inferno. O que vale é que percebi isso rapidamente, e só usei uma vez. Acho que até as guardei porque me valem sempre uma boa gargalhada. Mas foi assim que eu fui aprendendo acerca da moda e me fui apaixonando. Demorei algum tempo, mas lá descobri o meu estilo e gosto, e era com cada erro que eu aprendia (de todas as pessoas que conheço, do meu tempo, eu fui sem dúvida a que mais mudou).  Aprendi a importância que tem  vestirmo-nos bem e de acordo com as ocasiões e apaixonei-me por isso, decidi que queria ajudar toda a gente a descobrir o seu estilo, e a saber os básicos para não cometerem os erros que tantas vezes vi. Todos nós na adolescência cometemos grandes erros de moda, mas a maior parte das vezes é mesmo pela idade e por nos estarmos nas tintas e querermos só brincar e divertimo-nos. Mas hoje em dia é um bocado diferente. Esta geração Morangos (Ó para mim a falar como se fosse muito velha lol) rege-se pela moda, ou pelo menos tenta, e tudo o que interessa é o aspecto, quase como uma obsessão. Todas têm de estar parecidas com a não-sei-quantas ou ter o estilo de vida e os acessórios da não-sei-quê. O que é que acontece? São todas cópias fieis umas das outras... Querem ser originais pela originalidade dos outros. Mas à parte disto, há uma coisa que ainda me irrita mais, querem todas ser morenas. Então enchem-se de base até aquilo acabar e ficam laranjas... laranjas! Mas a sério... Há que parar com isto, porque não ficam com um ar natural, nem saudável. É que depois põem a mão ao lado da cara e a diferença é flagrante (isto para não falar das que põem base pelo corpo todo... nem comento) e depois a roupinha fica toda cheia de base que muitas vezes nem sai. Vá lá... erros de moda até que são divertidos e passados uns anos rimos à gargalhada, mas parecer que viemos das Bahamas e apanhámos um escaldão só na cara... é ridiculo. Meninas, meçam as coisas, ninguém gosta de dar um beijo na cara de uma amiga e ficar com a base agarrada. Não digo para não porem, apenas para serem moderadas e realistas. Eu sou muito branquinha, mas não quero ficar morena de um dia para o outro e sem justificação. Por isso, para não ter de usar base e ficar estilo Barbie Miami, uso  este iluminador, que bem espalhado pela cara dá um ar saudável e uma ligeira cor sem parecer que o puseram. É genial!

 

                      

                             Sephora - por volta de 17euros

 

Então e vocês? Qual foi o vosso maior erro de moda? Eu confessei o meu, agora é a vossa vez :D Bem é só para avisar de uma coisa, estou sem net em casa, por isso só uso a net do trabalho, há alguns dias em que eu posso não postar por uma razão ou outra. Mas dentro dos possíveis vou tentar não vos deixar sem novidades. Beijos grandes para todos, respirem de alívio que o fim-de-semana está quase aí ;)

 

22 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil