Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Estilo traduzido em Provocação

A minha leitura do Fashion Now vai de vento em popa (já podia, e devia, ter acabado, mas entretanto estive a ler outro livro e só agora me empenhei neste), ia a Rita a ler tranquilamente quando se depara (na página 132  para ser fantasticamente precisa!) com uma das suas marcas preferidas. Não deve ser novidade para ninguém por estas bandas que sou aficionada de Lingerie, é que gosto mesmo, mas penso que não sou a única (agora levantem-se todas e num coro gritem 'eu também!' É bom haver união feminina) e como boa apreciadora, para mim o pico do bom gosto é sem dúvida... Agent Provocateur. Já mencionei o nome aqui uma ou duas vezes mas já me tinha prometido a mim mesma dedicar-lhes um post faz muito tempo, e depois de saber a história ainda tenho mais vontade. Aqui vai.

 

                            

                         Kate Moss numa colecção anterior

 

Joseph Corre e Serena Rees tomaram a iniciativa de abrir uma loja de roupa interior feminina, ao invés, acabaram por desenhar a sua própria linha nascendo assim a Agent Provocateur. O casal não tem qualquer formação tendo abandonado a escola aos 16 anos, ele, filho de Vivienne Westwood (com uma mãe destas outro prodígio não se esperava!), ela agente fotográfica, juntaram o seu bom gosto e paixão pela sensualidade e fazem maravilhas para muitas mulheres. Começaram com uma pequena boutique mas o negócio tinha sem dúvidas pernas para andar e depressa evoluiu para a internet e muita publicidade (O mais famoso anúncio, e mais polémico também, talvez seja o de Kylie Minogue que foi apenas exibido em salas de cinema. Se tiverem curiosidade está no Youtube) com a participação especial de Kate Moss, Dita Von Teese e mais recentemente Maggie Gyllenhaal. Como podem imaginar não tem o preço da Intimissimi, mas são peças únicas, bem desenhadas, com tecidos fabulosos, e mais importante, a sensação de poder que provocam é inigualável. Já disse e volto a dizer, o Estilo não é só por fora nem é só para os outros apreciaram, é essencialmente para se sentirem 100% confiantes e maravilhosas. E isso também é necessário quando chegam a casa estafadas e se despem (ou preferem 'cuecas da avó' cinzentas? Nada sexy...)

 

As imagens que façam o seu trabalho.

 

   

Jesse - 140€                      Annabel - 120€

 

    

  Veronica - 130€                           Love - 130€         

 

    

      Marylin - 48€                      Matinee Kimono - 560€

 

 

                   

Corpete Diva - 265€

 

                    

Corpete Talma - 265€

 

 

'O nosso trabalho foi motivado por anteriores decepções ao ver cuecas horriveis nos nossos encontros' Joseph Corre e Serena Rees

 

 

Eu adoro e acho genial. Os meus favoritos são os corpetes (que a Vogue acabou de ditar estarem fora de moda usados como tops... What the Hell??) que para mim são das melhores peças de roupa jamais criadas e por mim andava sempre de corpete e jeans... enfim, sonhos. Por falar em Vogue, sai um artigo este mês sobre os essenciais no guarda roupa de uma mulher, ou seja, estive um passo à frente da Vogue ao falar nisso primeiro. Eu sei que parece parvo mas eu fiquei radiante.

 

Para as meninas que se estão a perguntar como ficariam com a roupa interior (não a Agent Provocateur mas outras marcas) o Ricardo deu um link excelente que todas podem experimentar: www.knickerpicker.com/dressing-room.asp é só escolherem o corpo que mais se identifica com o vosso e usar tudo o que vos apetecer! E também tem um mini guia para os meninos saberem como comprar roupa interior para as namoradas. Um bom site sem dúvida :)

 

E pronto, por hoje fecho a loja, o dia correu muito bem mesmo, andei sempre bem disposta, aconteceram coisas boas, e vivo com o pressentimento constante de que este ano vai ser o melhor de sempre (também verdade seja dita, é raro verem-me maldisposta). O fim de semana está aí à porta, divirtam-se! Beijos da Rita

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil